para que serve um site artigo blog teclado flor roxa Tech With a Pointy Hat Ana Sofia Santana

Para que serve um site, e qual a sua utilidade para terapeutas

Ao longo da minha actividade como terapeuta holística, encontro inúmeros colegas que, à minha sugestão de criarem um site para começar a desenvolver a sua presença digital de forma mais profissional, invariavelmente me perguntam: Mas Ana… Afinal… Para que serve um site? E para que preciso eu de um site?

Já te imaginaste, no meio de um estádio de futebol, com o estádio cheio de pessoas a ver um jogo, a gritar sobre alguma informação que achas relevante, e que queres que as pessoas ouçam? As pessoas à tua volta até são capazes de te ouvir, algumas até se identificam com a tua mensagem, e entram num diálogo contigo… Mas a grande maioria das pessoas nem sequer te ouve!!!

Pois é assim que funcionam as redes sociais. Estás a gritar no meio de um estádio de futebol cheio, e praticamente ninguém te ouve. Achas estranha a minha analogia? Ora continua a ler…

O que é um site?

Antes de mais, convém perceber qual a definição de um site.

site |saite| (palavra inglesa) nome masculino

[Informática]  Página ou conjunto de páginas da Internet com informação diversa, acessível através de computador ou de outro meio electrónico. = SÍTIO

Plural: sites.

“site”, in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa

Portanto, assim duma forma muito simples, um site é um lugar que temos online, e que deve ser nosso (falarei sobre esta questão mais abaixo). Neste lugar colocamos informação relevante para o nosso cliente ideal, e guiamos os nossos visitantes a levar a cabo uma acção que seja alinhada com o objectivo do nosso site. Este objectivo pode ser o que quisermos, desde comprar os nossos produtos, entrar em contacto para marcar uma terapia, inscrever-se num workshop, etc.

O que é um blog?

Novamente recorro ao nosso dicionário da língua portuguesa, para te trazer a definição de blog.

blog |blógue| (palavra inglesa, de web log, diário da web) nome masculino

Página de Internet com características de diário, actualizada regularmente. = BLOGUE

“blog”, in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa

Repara que a definição de site e de blog é muito parecida, no entanto há uma expressão que as distingue: “actualizada regularmente”. Pois se um site é um conjunto de páginas estáticas, um blog é suposto não ser estático.

É também um blog que te vai permitir estar mais visível nos motores de pesquisa. O Google, por exemplo, não gosta de conteúdos estáticos! Se um site não é actualizado frequentemente por meio do seu blog, o Google vai achar que esse site não tem conteúdo relevante e actual para os seus utilizadores, e vai penalizar o seu ranking (o que significa que, no limite, nem apareces nos resultados de pesquisa)! 

para que serve um site artigo blog teclado flor roxa Tech With a Pointy Hat Ana Sofia Santana

Então para que serve um site mesmo?

Um site é como se fosse a tua casa. Nesta casa tens várias divisões, cada divisão com uma função específica. Assim são as páginas! Cada página do teu site tem uma função específica, seja dares-te a conhecer, dar a conhecer os teus produtos ou serviços, ou formulários para entrar em contacto contigo.

A função da tua casa é descansar, viver em família, criar laços… A função do teu site é chegar ao teu público alvo, dares-te a conhecer, e conseguir que o teu cliente ideal execute uma acção por ti definida (o tal objectivo que falámos atrás).

E para que serve o blog?

Voltando à analogia da casa, a construção de um site, equivale ao mobilar da nossa casa. Comprar os móveis, os adereços, definir quais as funcionalidades que queremos que a nossa casa tenha (estores eléctricos, garagem, etc.). Mas uma casa sem pessoas lá dentro é um imóvel estático, sem vida!

Um blog é precisamente o que dá vida a um site. São pessoas que escrevem cada artigo (que deve ser sempre assinado por quem o escreve), com o único intuito de dar conteúdo de valor às pessoas que visitam o seu site, dar vida ao site!

Desta forma, vamos criando não só autoridade no nosso nicho de mercado, como também vamo-nos tornando mais relevantes para os motores de pesquisa, começando a aparecer nas pesquisas, e começando a trazer tráfego orgânico (e vida!) para o nosso site!

Porque devo ter um site hoje?

Se ainda não te convenci com tudo o que já escrevi atrás, voltemos à analogia do estádio de futebol. Imagina que já estás rouca de tanto gritar a tua mensagem, no meio do estádio. Imagina então, que alguém mal intencionado te denuncia, e vêm os senhores da segurança do estádio, e te expulsam do estádio. Em segundos ficaste sem a totalidade da tua audiência!!!

É isto que acontece, com cada vez mais frequência, nas redes sociais. Seja por denúncias mal intencionadas e sem fundamento, seja por erros do algoritmo da rede em questão, a verdade é que há cada vez mais páginas que são fechadas sem razão aparente ou aviso. Negócios que viviam na sua quase totalidade dependentes destes meios, vêem-se em muitos maus lençóis de um momento para o outro!

Entra aqui aquilo que falava atrás, de que devemos ter um lugar online (o nosso site), e que deve ser nosso! Isto também inclui os sites criados em plataformas gratuitas… Pois convenhamos… Tudo o que é gratuito tem duas premissas absolutas:

  1. nada do que lá “vive” é realmente nosso, e a qualquer momento pode-nos ser retirado;
  2. os recursos gratuitos são sempre muito limitados, pelo que assim que for necessário começar a crescer (e vai ser!), os valores que terás que pagar serão muito mais elevados!

Conclusão

Ter um site hoje em dia já não é uma opção, é uma necessidade. Qualquer pessoa que leve o seu negócio a sério, deve investir na construção de um site, seja sozinha seja com ajuda de um profissional que a guie.

Nele podem viver páginas estáticas sobre as tuas terapias, calendários de eventos, páginas de inscrição nos teus workshops, páginas de contacto para marcações, enfim, tudo aquilo que precisares para ter um negócio sustentável a funcionar!

E agora que já sabes qual a razão pela qual deves ter um site, e se até já decidiste que vais querer um, vê aqui qual o passo seguinte.

Se ficaste com dúvidas, escreve nos comentários abaixo, ou entra em contacto comigo! Gostava de saber se já tens site, e o que achas daquilo que escrevi. Se não tens, porquê, e o que sentes que precisas de fazer para ter? Conta-me tudo!

Ana Sofia Santana, a Terapeuta dos Sites

Um website de sucesso não se consegue com planeamentos “em cima do joelho”. São muitas peças que têm que ser montadas, em que a parte visual é apenas uma (e não é a mais importante).

Nesta checklist mostro-te quais os elementos em que tens que pensar, ainda antes de pensar na tecnologia e no design to teu site, e que vão definir o sucesso do teu site, e do teu negócio!

Recebe esta checklist website sem stress, updates, ofertas e informações relevantes. Respeitamos a tua privacidade.

2 pensamentos acerca de “Para que serve um site, e qual a sua utilidade para terapeutas”

  1. Pingback: 12 Dicas para Criar um Site de Sucesso: Parte 1 ⋆ Tech With a Pointy Hat

  2. Pingback: Qual o objetivo de um site? Já te perguntaste? E já definiste um?

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Insere o Teu Email para Reservares o Teu Lugar Grátis Agora:

ODEIO spam. O teu email está 100% seguro